mousse de aveia com psyllium husk

Esta mousse aconteceu por acaso, a partir de um batido que levou menos água do que devia. Há 5 anos a minha tia passou-me uma receita de um batido que viu no programa do dr Oz para eu beber sobretudo enquanto recuperava de uma cirurgia que fiz na altura. A verdade é que esse ficou, durante os anos seguintes o meu pequeno-almoço mais habitual.

A receita era simples: banana, mirtilos, maca, sementes de linhaça e leite de amêndoa. O leite de amêndoa substitui desde o início por água mais um punhado de frutos secos. O resto fui fazendo assim durante muito tempo. Mais tarde comecei a fazer algumas variações, sobretudo no tipo de fruta, acrescentando aveia e, numa altura em que não tinha maca, experimentei substituir por pó de se cascas de sementes de psílio (psyllium husk), que tinha comprado para uma receita de pão sem glúten. Psyllium husk são as cascas das sementes do psílio (plantago pvata), uma planta nativa da Índia e do Paquistão. As cascas destas sementes são higroscópicas, o que lhes permite expandirem e tornar-se mucilaginosas. Quer isto dizer, ao ser hidratado, este pó vai formar uma goma espessa. É por isso que é muitas vezes usado nas receitas de massas sem glúten, já que ajuda a dar a liga que normalmente se obtém com o glúten. Nesta mousse de aveia, vai também dar-lhe uma consistência cremosa e alguma firmeza.

Além destas propriedades físicas, que o tornam um ingrediente prático em alguns casos (como no caso desta mousse de banana), o psyllium husk é uma poderosa fonte de fibras solúveis, que atuam como laxante natural e ajudam a manter a saúde dos intestinos. É também um bom amigo para quem quer perder peso, já que aumenta a sensação de saciedade e ajuda a reduzir o apetite, sem qualquer efeito colateral, ao contrário da maioria dos suplementos vendidos para este efeito.

Se ainda não conhecia o psyllium husk, aproveite esta receita para experimentar! Depois de perceber o “comportamento”, é fácil usa-lo em várias receitas.

IMG_6779

  • 2 c. de sopa de flocos de aveia
  • 1 banana pequena
  • 1 c. de sopa de linhaça
  • 1/2 de sopa de psyllium husk
  • 5 nozes de macadâmia
  • 15 mirtilos (usei desidratados)
  • 1 copo de água

IMG_6768

  1. Colocar todos os ingredientes, excepto a banana, no copo do liquidificador e deixei repousar uns 5 minutos.
  2. Juntar a banana e triturar até obter uma pasta homogénea.

Nota: Experimente variar os ingredientes e sirva com toppings a seu gosto, como coco ralado, sementes ou fruta fresca.

IMG_6774

IMG_6783

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s